Acontecimentos no setor imobiliário em 2021

29.12.2021

Com tanto crescimento em 2021, o segmento segue otimista para o próximo ano

O mercado imobiliário foi um dos setores mais promissores do ano de 2021, fechando o ano com diversos recordes excelentes. A transformação digital que vem ocorrendo em alta velocidade e a mudança do comportamento do consumidor, foi algo que também impactou este ano.

Em geral, o ano de 2021 foi o ano para o setor imobiliário, onde a construção civil teve seu maior crescimento em 10 anos, o que impulsionou a venda de imóveis e a economia do estado. A expansão chegou a 7,6% neste ano.  

De janeiro a setembro, os lançamentos tiveram um aumento de 37,6% na comparação anual e 22,5% de crescimento em vendas. Esta alta em vendas na pandemia trouxe uma oferta menor de produtos no mercado no segundo trimestre do ano.

Dados da Abecip, Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, apontam que a concessão de crédito somou R$ 171,847 bilhões, de janeiro a outubro, com expansão de 38,6% diante os 12 meses de 2020. Em contrapartida, os financiamentos com recursos do FGTS, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, caíram 14%, até 9 de dezembro, para R$ 44 bilhões.

As entidades do mercado e indústria imobiliária, destacam a alta capacidade de geração de emprego do setor. O ano de 2021 afirmou esta alta. De acordo com a CBIC, o setor apresentou o maior número de vagas dos últimos 10 anos. Conforme o Ministério de Trabalho, foram criados cerca de 285 mil novos empregos formais no setor, chegando a quase 2,4 milhões de trabalhadores com carteira assinada na construção civil.

2021 iniciou o ano com a taxa Selic histórica de 2%, que com o decorrer dos meses, para controlar a inflação, finalizou com um aumento significativo de 7,25%. Mas, ainda sim foi o melhor ano para o setor, que nos primeiros 9 meses teve um crescimento de 35,3%.

Em 2022, as estimativas da CBIC projetam um crescimento de 2% para o setor da construção, o otimismo continua no setor, já que 2021 foi um ano onde o segmento bateu diversos recordes.

Comentários