Crescimento

Mercado de luxo e alto luxo crescem 14% em dois meses

10.05.2022

Nos dois primeiros meses do ano, o mercado de alto luxo teve um aumento de 14% em comparação com o mesmo período do ano anterior

Segundo dados apresentados pela pesquisa recente da consultoria Brain – Inteligência Estratégica, atestam a efervescência do segmento, com uma quantidade cada vez maior de empreendimentos mais sofisticados, o que justifica o aumento de 3,9% no volume de vendas no período.

O mercado imobiliário de luxo teve um aumento de 14% no volume de lançamentos nos dois primeiros meses deste ano, em comparação com janeiro e fevereiro de 2021, com o total de 787 novas unidades.

Considerando que o primeiro bimestre de 2021 o cenário econômico no país era completamente favorável ao investimento no setor, com taxas de juros que alcançaram a mínima histórica de 2%, o desempenho do mercado de luxo e alto luxo se torna ainda mais significativo.

Segundo a avaliação do sócio-diretor da Brain, Fábio Tadeu Araújo, o movimento de ressignificação da moradia desencadeado pela pandemia ainda é a principal justificativa pelo crescimento desse mercado. “Há uma busca sem precedentes na história moderna por bem-estar. Para o consumidor de luxo, diferenciais de conforto como um apartamento com pé-direito alto e varandas integradas são importantes”, afirmou Tadeu, ressaltando que a recente valorização dos imóveis acima dos índices de inflação também vem contribuindo para o desempenho do mercado.

Comentários