Notícia

Sustentabilidade vira tendência no setor imobiliário

28.04.2022

Segundo pesquisa da ABRAINC, o mercado tem preferido trabalhar conceitos voltados a preservação do meio ambiente

Pesquisa realizada pela ABRAINC, Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, juntamente com a Brain Inteligência Estratégica, apresentou as tendências e preferencias dos consumidores no mercado imobiliário.

O levantamento ouviu 14 mil brasileiros em 2021, entre eles, 850 pessoas compraram imóveis no mesmo ano. A pesquisa revelou que 57% dos entrevistados buscam imóveis que tenham espaços arejados e integrados com a natureza. Dos respondentes, 56% relataram, ainda, que estariam dispostos a pagar mais por um imóvel com tecnologia verde.

Em outra pesquisa publicada pela Brain, em setembro do último ano, diversas são as mudanças nas preferências e tendências no comportamento do consumidor frente ao mercado imobiliário.

Entre as principais abordadas, foi dado destaque para a sustentabilidade: 80% dos entrevistados que buscam um empreendimento para morar têm como prioridade questões com o meio ambiente. Para esta parte dos entrevistados, é indispensável a presença de áreas verdes no quintal ou no entorno do imóvel.

Tais movimentações já eram percebidas há anos no setor, mas ficaram mais intensas com a chegada da pandemia, o que deixou as pessoas cada vez mais preocupadas em viver com qualidade e bem-estar, experimentando e aprovando novas experiencias no mercado imobiliário, fazendo com que a moradia tome nova perspectiva na vida dos consumidores.

A adaptação dos imóveis para se adequarem a critérios de sustentabilidade tem impactos para além do bem-estar dos moradores. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, o setor de construção de imóveis sustentáveis deve gerar mais de 6,5 milhões de empregos ate 2023.

Comentários