Notícia

FGTS poderá ser usado para pagar até 12 parcelas atrasadas da casa própria

26.04.2022

A medida publicada 20/04 pelo DOU e entrará em vigor no dia 02/05 e se estenderá até 31/12

O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) mudou regras do fundo para pagamento de parcelas atrasadas de financiamento da casa própria. Com isso, o trabalhador poderá usar o saldo do FGTS para pagar até 12 parcelas em atraso. Hoje, só pode pagar três. A resolução entra em vigor em 2 de maio e é temporária, com validade até 31 de dezembro de 2022. A ideia é "permitir um melhor atendimento aos trabalhadores", segundo o texto, assinado por Ricardo de Souza Moreira, presidente do conselho.

A medida foi publicada na edição do DOU (Diário Oficial da União) no dia 20/04 e vale para financiamentos feitos pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação).

FGTS só pode ser sacado em alguns casos

O FGTS corresponde a 8% do salário bruto e é pago mensalmente pela empresa para cada funcionário. O valor é depositado automaticamente na Caixa Econômica Federal por meio de conta aberta com o contrato de trabalho.

 O dinheiro no fundo só pode ser sacado em algumas situações, como demissão sem justa causa, aposentadoria e para compra da casa própria.

Comentários